Página inicial

Notícias Navegar com Ícones

Aguarde, carregando...

Acesso a informação   Ouvidoria   Carta de Serviços ao Cidadão
    Alto Contraste  Instagram   Facebook
Ouvidoria Municipal


Maioria decide mudar Congada de local

01/07/2022

Em reunião realizada no Teatro Sebastião Furlan na noite desta quinta-feira, 30, a maioria dos representantes dos ternos de congo e moçambique decidiram aceitar a proposta da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso para que a festa da Congada e Moçambique este ano, de 26 a 30 de dezembro, seja realizada no Jardim Mediterranèe, em frente a Câmara Municipal. A parte religiosa será durante o dia na Praça comendador José Honório (matriz) e os desfiles, à noite, neste novo local.

Voltaram a favor da mudança nove ternos: As Filhas de Paraíso, Bela Vista, Canários Paraisenses, Ipiranga, Nossa Senhora do Rosário, Nova Geração, Novo Milênio, Santos Dumont e União. Não aceitaram a proposta seis ternos: Anjos de São Benedito, Diamante, Sabiá, Santa Isabel, Xambá e Zambiê de Angola. O terno Veteranos da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário não compareceu ao encontro. O Reinado fez algumas colocações a respeito da parte religiosa envolvendo as Bandeiras e imagens dos Santos padroeiros da festa e pediu uma reunião a parte com a Prefeitura, que será realizada nas próximas semanas.

Além do prefeito Marcelo Morais e do vice-prefeito, Daniel Tales, participaram da reunião representantes da Secretaria de Educação e Cultura e do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, além dos vereadores Lisandro José Monteiro, Luiz Benedito de Paula, Marcos Antônio Vitorino, Maria Aparecida Cerize Ramos e Pedro Sérgio Delfante que se colocaram a favor da proposta da administração que pediu apenas "uma chance" de realizar uma festa com mais conforto, brilhantismo e segurança para a população neste novo local.

De acordo com o prefeito Marcelo, grandes empresas já têm interesse em patrocinar o evento. Agora, uma Comissão Organizadora formada por representantes dos ternos, do Reinado, da igreja, do Conselho do Patrimônio e da Prefeitura será montada para discutir todos os detalhes da festa, como logística, praça de alimentação — que poderá ser cedida aos próprios ternos ou a entidades assistenciais, e repasse de verbas às agremiações, sendo o primeiro aporte no mês de agosto e o segundo em novembro.