Página inicial

Notícias Navegar com Ícones

Aguarde, carregando...

Acesso a informação   Ouvidoria   Carta de Serviços ao Cidadão
    Alto Contraste  Instagram   Facebook
Institucional 4


Cidassp licita empresa para coleta de resíduos hospitalares

24/08/2023

O presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Região de São Sebastião do Paraíso (Cidassp), o prefeito Marcelo Morais, assinou na tarde dessa quarta-feira, 23 de agosto, contrato com a empresa Mafra Ambiental, vencedora de processo licitatório para a prestação de serviço de coleta de resíduos hospitalares. O preço por quilo desse material sairá a R$ 2,85, bem abaixo do valor praticado por outras empresas contratadas pelos municípios consorciados ao Cidassp.

Conforme explica a advogada do Consórcio, Larissa Alves Silveira, já existia uma demanda antiga em relação a contratação de uma empresa que pudesse oferecer o serviço de coleta de resíduos hospitalares a um preço mais acessível, umas vez que o preço entre os contratos praticados na região variava de R$ 3 a mais de R$ 10 por quilo do lixo.

“Pensando nisso, o Cidassp abriu uma licitação para a contratação de uma empresa especializada e, por sermos um consórcio, conseguimos uma quantidade maior e, consequentemente, a empresa consegue oferecer um preço menor.  Nosso preço médio era de R$12,26 e, com a licitação, durante o processo, chegamos a um valor de R$ 2,85 o quilo, que é um valor bem abaixo do que todos os municípios consorciados pagavam”, destaca.

A advogada ressalta que os municípios já tinham contratos com empresas que prestavam esse serviço, mas com valores muito acima do contratado pelo Cidassp. “Alguns contratos, inclusive, estavam sendo rescindidos porque já havia vencido o prazo. Agora, as empresas podem aderir à ata de registro de preço e contratar com a empresa que licitamos. É um ganho para os municípios, que devem economizar com a destinação correta desses resíduos e que é obrigatória”, acrescenta.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Renan Jorge Preto, além da manutenção da qualidade de prestação de serviço, os resíduos de saúde é uma das maiores preocupações para a gestão ambiental, em decorrência do alto grau de contaminação que eles podem representar para o meio ambiente e para a saúde pública numa eventual gestão inadequada.

“Essa licitação, além do aspecto ambiental e de saúde pública, foi muito bem sucedida no aspecto econômico. Paraíso tinha um dos contratos mais antigos e no contexto geral da região, era um dos menores valores, e ainda, sim, conseguimos diminuir esse valor no contrato novo. É um ganho para todos os municípios que integram o Cidassp”, finaliza.