Página inicial

Notícias Navegar com Ícones

Aguarde, carregando...

Acesso a informação   Ouvidoria   Carta de Serviços ao Cidadão
    Alto Contraste  Instagram   Facebook
Institucional 4


CAPS de Paraíso realizam encontro da RAPS

05/05/2023

Acontece no próximo dia 25 de maio, a partir das 8h, no Teatro Municipal Sebastião Furlan, o II Encontro da Rede de Atenção Primária Psicossocial (RAPS) de São Sebastião do Paraíso sobre a Atenção psicossocial, Interseccionalidade e Decolonialidade: o SUS e a Integralidade do Cuidado. O evento tem como objetivo comemorar a Luta Antimanicomial, que é um movimento nacional comemorado dia 18 de Maio, que se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. O evento é organizado pelos CAPS Paraíso, CAPS Vitória e CAPS Girassol.

Conforme destaca a coordenadora do CAPS Girassol, Daiane Arantes, dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta Antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direito a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadão.

“O Movimento da Reforma Psiquiátrica se iniciou no final da década de 70, em pleno processo de redemocratização do país, e em 1987 teve dois marcos importantes para a escolha do dia que simboliza essa luta, com o Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, em Bauru (SP), e a I Conferência Nacional de Saúde Mental, em Brasília”, explica.

Com o lema “por uma sociedade sem manicômios”, diferentes categorias profissionais, associações de usuários e familiares, instituições acadêmicas, representações políticas e outros segmentos da sociedade questionam o modelo clássico de assistência centrado em internações em hospitais psiquiátricos, denunciam as graves violações aos direitos das pessoas com transtornos mentais e propõe a reorganização do modelo de atenção em saúde mental no Brasil a partir de serviços abertos, comunitários e territorializados, buscando a garantia da cidadania de usuários e familiares, historicamente discriminados e excluídos da sociedade.

Daiane acrescenta que o evento se destina à profissionais da saúde, educação, usuários, familiares e interessados no tema, e ao longo do dia contará com diversas palestras das mais diferentes áreas de atuação e com assuntos diversos, que vão desde políticas de saúde mental a lógica medicalizante para o tratamento da pessoas com algum tipo de perturbação mental.

CRONOGRAMA

7h30 às 8h – Credenciamento

8h – Abertura

8h15 – Apresentação artística (CAPS Vitória)

8h30 às 10h –  “A Política de Saúde Mental como Direito: pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

PALESTRANTES:

Flávio Henrique da Silva: Graduação em Direito Administrativo. Mestrado em ´´Gestão e Organizações de Saúde``. Procurador Geral da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso.

Fabiana de Andrade: Especialista em Políticas e Gestão da Saúde, Coordenadora de Atenção à Saúde e Referência Técnica em Saúde Mental da SRS Passos.

10h às 11h30 – Mesa ´´Saúde Mental da População Negra e LGBTQIA+: Como o Preconceito afeta as minorias``

PALESTRANTES:

Priscila Venâncio: Psicóloga Clínica, representante da População Negra no Comitê de Equidade em Saúde de São Seb. Do Paraíso.

Caio Roma: Designer de Moda, não binário, representante dos usuários do CAPS Vitória.

Camilo Viana da Silva: Discente em Licenciatura em Ciências Biológicas, atleta, representante dos usuários do CAPS Paraíso.

11h30 às 13h – Almoço

13h – Apresentação cultural CAPS Paraíso

13h15 – Mesa ´´A importância da Gestão em Saúde Mental – Avanços da RAPS´´

PARTICIPANTES:

Taynara de Paula - Especialista em Políticas Públicas e Gestão da Saúde, Referência Técnica na Diretoria de Saúde Mental, álcool e outras drogas de Minas Gerais-SES/MG

Gisele Graziella de Paula Silva – Especialista em Políticas Públicas e Gestão da Saúde, Referência Técnica de Saúde Mental da SRS Passos.

Adriana Rogeri Franco – Especialista em Gestão de Organizações de Saúde, Diretora de Saúde de São Seb. Do Paraíso.

14h30 – ´´O Cuidado em Saúde Mental na Atenção Primária``

PALESTRANTES

Jhonatas Jaime Novais: médico de Saúde da Família, especialização em Urgência e Emergência. Atua como médico na Atenção Primária do Município de Jacuí.

Larissa Silva Lima: psicóloga, pós graduada em psicopedagogia. Atua como psicóloga na Atenção Primária do Município de Itamogi.

15h45 – ´´Resistir à lógica medicalizante: deslocamentos a partir da potência da intersetorialidade entre Saúde Mental e Educação``.

PALESTRANTES

Gabriela Fossati Amaral: Psiquiatra da Infância e Adolescência (HCFMUSP), Especialista em Estimulação Precoce (Lydia Coriat – SP); atua como Psiquiatra no CAPS IJ Girassol de São Seb. Do Paraíso.

Léa Aparecida de Carvalho Ribeiro: Pedagoga, Especialista em Psicopedagogia Institucional e Educação Especial. Mestrado em Planejamento e Análise em Políticas Públicas para Educação (UNESP). Professora e atualmente responsável pela Assessoria de Intervenção Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de São Sebastião do Paraíso.

17h – Encerramento.